segunda-feira, 14 de março de 2011

Dia Nacional da Poesia - Castro Alves

Hoje é o Dia Nacional da Poesia e - não por coincidência - dia do nascimento de Castro Alves (14/3/1847). Para celebrar, compartilho um trecho de seu poema "O livro e a América".

Saudações poéticas

Ricardo Cabús e Equipe Papel no Varal.

Castro Alves

O Livro e a América (trecho)

Ó bendito o que semeia livros,

Livros a mão cheia

E manda o povo pensar

O livro, caindo n'alma

É gérmen que faz a palma

É chuva que faz o mar

Vós, que o tempo das idéias

Largo, abris as multidões

Para o batismo luminoso das grandes revoluções

"Agora que o trem de ferro

Acorda o tigre no cerro

E espanta os caboclos nus,

Fazei desse “rei dos ventos”

- Ginete dos pensamentos,

- Arauto da grande luz!..."


3 comentários:

  1. Amigo!
    Nada como tê-lo inspirador de palavras nesse Dia da Poesia. Vou transferir pro meu Blog o http://odivinoprofano.blogspot.com os seus comentários poéticos. Visite-o e conheça um pouco dos meus pensamentos. Dará um enorme prazer a amiga aqui!
    Bjus!

    ResponderExcluir
  2. Olá adorei teu blog, lindo mesmo. Parabéns. Fique a vontade para fazer uma visitinha ao nosso “Alto-falante” e seja mais um membro. Você é nosso convidado especial. http://poetarenatodouglas.blogspot.com/.
    Um grande abraço!

    Renato Douglas!

    ResponderExcluir
  3. Olá adorei teu blog, lindo mesmo. Parabéns. Fique a vontade para fazer uma visitinha ao nosso “Alto-falante” e seja mais um membro. Você é nosso convidado especial. http://poetarenatodouglas.blogspot.com/.
    Um grande abraço!

    Renato Douglas!

    ResponderExcluir