domingo, 5 de abril de 2009

Wilma Araújo no BellaGula

Confesso que por um tempo mantive preconceito com relação ao BellaGula. Via como uma casa para madamas grã-finas passarem suas preciosas horas. Ao abrir o espaço para a boa música ao vivo arrisquei meses atrás aparecer por lá. Valeria a pena, já que ouvir Leureny – diva da MPB em nosso estado – é sempre uma experiência prazerosa. Desde então tenho tido bons momentos ao frequentar um ambiente com aconchego e charme. Voltei neste sábado, 4/4, para ver Wilma Araújo entrar acompanhada de Marcão (violão) e Ronalsa (percussão) e cantar um delicioso repertório de MPB durante mais de duas horas, sem intervalo, com direito a bis. Overdose de boa música. Chico Buarque, Júnior Almeida, Renato Teixeira, Gustavo Gomes, Vanessa da Mata, Djavan e mais um monte de gente boa desfilaram pela bela e afinada voz de Wilma. Normalmente não gosto de shows longos. Penso que no formato proposto caberia um intervalo, mas Wilma conseguiu carregar o palco com muita desenvoltura.
Por outro lado, a direção da casa precisa melhorar a disposição de tomadas para a instalação dos instrumentos de som e luz. Não faz sentido ter o show interrompido porque a tomada foi desligada acidentalmente por um passante. Com relação ao cardápio, poderia incluir algumas opções de tira-gostos para combinar com o tipo de evento que pede cachaça, cerveja ou vinho. Cabe também comentar o atendimento. Não acreditava cada vez – e não foram poucas – que chegava um garçom, sem ser solicitado, oferecendo mais bebida ou comida durante a apresentação da cantora de forma insistente e inconveniente. Lamentável. Ainda bem que a beleza da noite enevoou as falhas e pude deixar o BellaGula mais feliz do que quando entrei.

2 comentários:

  1. Ricardo, vim visitar seu blog, aceitando seu convite.Parabéns!Não sou muito de dar opiniões, mas visitarei com frequência.Me deparei com um comentário sobre a apresentação no Bella Gulla.Valeu!Um abraço e muita sorte com o Minuto de Poesia.

    ResponderExcluir